Home Curiosidades Ciência O QUE SUA FREQUÊNCIA CARDÍACA PODE DIZER SOBRE SUA SAÚDE? DESCUBRA AGORA

O QUE SUA FREQUÊNCIA CARDÍACA PODE DIZER SOBRE SUA SAÚDE? DESCUBRA AGORA

109
0
Curso Desenvolvimento de Games

Vídeo sobre O QUE SUA FREQUÊNCIA CARDÍACA PODE DIZER SOBRE SUA SAÚDE? DESCUBRA AGORA. Seu coração bate acelerado ou devagar? No vídeo de hoje você vai saber como sua frequência cardíaca em repouso pode refletir sua saúde atual e futura!

Sabia que uma das maneiras mais fáceis e talvez mais eficazes de avaliar sua saúde pode ser feita em 30 segundos com dois dedos?

Parece estranho, mas saber o número de batimentos que o seu coração tem por minuto, em repouso, é um instantâneo exame para saber como seu músculo cardíaco está funcionando. Interessante não é?

É fácil de fazer. Coloque o dedo indicador e o dedo do meio no pulso, logo abaixo do polegar, ou ao longo de ambos os lados do pescoço, para que você possa sentir seu coração pulsar. Use um relógio para contar o número de batimentos por 30 segundos e dobre-o para obter seus batimentos por minuto. Repita algumas vezes para garantir uma leitura precisa.

Enquanto uma frequência cardíaca é considerada normal se estiver entre 60 e 100 batimentos por minuto, a maioria dos adultos relaxados saudáveis têm uma frequência cardíaca em repouso abaixo de 90 batimentos por minuto. Você sabe a sua?

Segundos especialistas, em certos casos, apresentar uma freqüência cardíaca em repouso mais baixa pode significar um grau maior de condicionamento físico – sendo associado a taxas reduzidas de eventos cardíacos, como ataques cardíacos.

Segundo o diretor do Hospital do Coração de Massachusetts, ter uma alta frequência cardíaca em repouso pode ser sinal de maior risco de doenças cardíacas, pois quanto mais batimentos seu coração tiver, mais afetará sua função geral.

Ainda de acordo com a pesquisa do Dr. Jason Wasfy, ter um batimento cardíaco em repouso próximo a 100 pode aumentar o risco de doenças cardiovasculares e até mesmo, a morte precoce.

Quem também comprovou isso, foi um estudo realizado pela revista do Coração, em 2013; que acompanhou a saúde cardiovascular de aproximadamente 3.000 homens por 16 anos e constatou que uma alta frequência cardíaca em repouso estava associada a menos condicionamento físico e maior pressão arterial, peso corporal e níveis de gorduras no sangue.

Além disso, os pesquisadores também descobriram que quanto maior a freqüência cardíaca em repouso de uma pessoa, maior o risco de morte prematura.

Embora a frequência cardíaca em repouso baixa sugira um maior condicionamento físico, algumas situações podem torná-la muito baixa, e causar tonturas ou fadiga ocasionais.

Com isso, é necessário consultar um médico e fazer os exames e identificar a causa. Além disso tenha como costume medir seus batimentos cardíacos, algumas vezes por semana e em diferentes momentos do dia.

Lembre-se de que o número pode ser influenciado por muitos fatores, incluindo estresse e ansiedade, medicamentos, etc. Converse com seu médico se a frequência cardíaca em repouso estiver alta, pois existem maneiras de baixá-la e mantê-la dentro de sua faixa adequada.

Como por exemplo: manter seus níveis de colesterol sob controle, já que eles restringem o fluxo sanguíneo através das artérias e danificam os vasos sanguíneos, o que pode fazer seu coração bater mais rápido que o normal para levar sangue por todo o corpo.

#batimentocardiaco #frequenciacardiaca #Natureba

Gostou deste vídeo? Se você gostou do vídeo, curta, se inscreva no canal e compartilhe com seus amigos.

*O acompanhamento de um profissional da área de saúde é fundamental para uma boa saúde. O Natureba é um espaço informativo, de divulgação e educação com temas relacionados a saúde, nutrição e bem-estar. As informações e sugestões contidas neste vídeo têm caráter meramente informativo, não devendo ser utilizado como substituto de diagnóstico ou diagnóstico médico sem antes consultar um profissional de saúde – médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

OBS: Remédios naturais também tem efeitos colaterais, já que agem de formas diferentes em cada organismo, por isso antes de usar qualquer tratamento alternativo consulte sempre seu médico.

Para mais informações, fonte e referência, acesse nosso BLOG pelo link que está na aba SOBRE do nosso canal!

Receba Novidades!

Inscreva-se para receber novidades diretamente por e-mail.

Invalid email address
Prometemos não enviar spam.
Curso de Desenho Método Fan Art

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Please enter your comment!
Please enter your name here