Home Curiosidades Como as pirâmides foram realmente construídas?

Como as pirâmides foram realmente construídas?

Curso Desenvolvimento de Games

Vídeo sobre Como as pirâmides foram realmente construídas?. As pirâmides egípcias são legitimas peças de herança arquitetônica verdadeiramente fascinantes.
As piramides são as únicas das sete maravilhas do mundo antigo descritas nos textos, que ainda estão de pé nos dias de hoje e talvez ainda estejam de pé devido a alguma força misteriosa.
Existem muitas lendas e mitos em torno das pirâmides.
Por exemplo, alguns afirmam que os cientistas não sabem como as pirâmides foram construídas, ou que eram impossíveis de ser construídas com a tecnologia antiga.

Seriam os alienígenas?
Primeiro, vamos ver alguns dos mitos comuns que vemos com frequência em livros de ocultismo e teorias da conspiração.
Essas teorias costumam ser contraditórias e de fato não temos tempo para refutá-las em detalhes, mas mesmo assim, gostaríamos de destacar alguns aspectos comuns entre estas elas.
Um dos principais mitos populares é o de que as pirâmides foram construídas há dezenas de milhares de anos atrás.
No entanto, o mais famoso complexo de pirâmides, o de Gizé, conhecido pelas pirâmides de Quéops, Quéfren e Miquerinos, foi na verdade construído entre os séculos 26 e 23 a.C.
Esta data foi confirmada arqueologicamente e também está registrada em documentos antigos.
Uma outra crença popular é a de que as pirâmides “apareceram do nada”.
Dizem que não foram encontradas pedreiras para materiais de construção nem quaisquer vestígios do trabalho de sua construção.
No entanto, como falaremos um pouco mais adiante, na verdade, foram encontradas pedreiras.
Além disso, os egípcios tiveram muito tempo para aprimorar suas habilidades.
Isto é evidenciado pela conhecida existência de “pequenas pirâmides”, conhecidas pelos arqueólogos como mastabas, muitas das quais são muito mais antigas do que o complexo da pirâmide de Gizé.
Outras pirâmides famosas foram construídas por Sneferu, o pai do rei Khufu.
Os ocultistas frequentemente falam sobre a “complexidade” ou “perfeição” das pirâmides.
Não há dúvida de que as pirâmides têm um aspecto impressionante e uma aparência muito bonita.
Entretanto, do ponto de vista técnico na verdade elas não são muito complexas.
Basicamente, os egípcios imitaram a forma de colinas e montanhas “utilizando a natureza como referência”.
Grandes fotografias inalteradas mostram claramente que há grandes aberturas entre os blocos e que eles são desiguais em forma e tamanho.
Sem querer menosprezar as pirâmides, mas objetivamente falando, os templos e palácios construídos na Grécia antiga, Roma e nos países orientais são muito mais complexos e mais completos arquitetonicamente.
Além disso, as catedrais góticas da Europa medieval têm estruturas ainda mais complexas.
E também na verdade, há outra pergunta: por que os egípcios pararam de construir pirâmides?

Eram impossíveis de ser construídas?
Há muitas referências à construção das pirâmides na literatura egípcia antiga.
Infelizmente, porém, não há tanta informação sobre os métodos específicos de construção.
Isso se deve às mesmas razões pelas quais nos tempos modernos: embora a construção de grandes instalações de infraestrutura seja às vezes relatada como concluída, a imprensa não entra em detalhes sobre seus aspectos técnicos.
Isto porque não há ninguém que irá realmente entender ou esteja interessado, exceto os especialistas.
Outro obstáculo à “divulgação” dos métodos de construção é o fato de que, como as pirâmides eram locais sagrados, os terrenos foram completamente limpos após a conclusão da construção.
Felizmente, existe uma pirâmide inacabada, e foram encontrados vestígios de várias ferramentas de trabalho nas proximidades, bem como uma pedreira da qual o material foi extraído e uma estrada usada para transportar os blocos.
O material utilizado nas pirâmides é, em sua maioria, calcário.
A pedra é macia e pode ser facilmente trabalhada com serras de cobre ou bronze.
Blocos grandes foram esmagados com martelos de pedra pesados.
Muitas dessas ferramentas de trabalho foram encontradas em pedreiras egípcias.
Pedras duras como o granito eram raramente utilizadas, pois eram difíceis de trabalhar com os padrões técnicos da época.
No entanto, sabe-se que os egípcios usavam cunhas de madeira com lã infladas de água para quebrar pedaços de granito.
Vestigios de trabalho utilizando esta técnica são freqüentemente encontrados nas pirâmides do rei Menkaurah.
Em outras palavras, não era muito difícil extrair e processar a pedra.
Ainda mais quando não era necessária precisão.
As pirâmides foram forradas com pedras decorativas lisas, de modo que qualquer defeito na construção nunca poderia ser visto de fora.
Também, ao contrário da crença popular,foi utilizada argamassa na construção das pirâmides que foi despejada generosamente entre as pedras.
Uma dificuldade particular, no entanto, foi o transporte dos blocos de pedra.
Parece que de tempos em tempos foram utilizados métodos diferentes para transportar os blocos, que foram feitos de materiais diferentes e em locais diferentes.


Vídeo por: PIPA

Curso de Desenho Método Fan Art

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Please enter your comment!
Please enter your name here