Home Curiosidades Ciência A VITAMINA B3 (NIACINAMIDA) PODE CURAR O HIV, AFIRMA O ESTUDO

A VITAMINA B3 (NIACINAMIDA) PODE CURAR O HIV, AFIRMA O ESTUDO

Curso Desenvolvimento de Games

Vídeo sobre A VITAMINA B3 (NIACINAMIDA) PODE CURAR O HIV, AFIRMA O ESTUDO. Um brasileiro pode ser um dos primeiros casos de cura do HIV. Sabia?

Segundo cientistas da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), um brasileiro de 34 anos soropositivo, pode ter sido um dos primeiros casos de cura do HIV. Sem carga viral há mais de dois anos. Ele foi tratado com um novo coquetel contra a doença.

Diagnosticado com HIV em outubro de 2012, ele recebeu uma série de medicamentos contra aids durante 48 semanas (11 meses).

O tratamento consistiu em uma base de terapia antirretroviral reforçada com outras substâncias antirretrovirais, além de um remédio chamado nicotinamida, conhecido por ser a forma ativa da vitamina B3. Após esse período, o tratamento intensivo foi interrompido, e após 57 semanas (13 meses) sem receber o coquetel e fazendo exames regulares, o DNA de HIV nas células do paciente continuou negativo, assim como seu exame de anticorpos de HIV. Ou seja, o vírus não é mais detectado no organismo dele. Interessante não é mesmo?

O infectologista Ricardo Sobhie Diaz, que coordena o estudo na Unifesp, explica que o paciente pode ser considerado livre do vírus. Para ele, havia um paciente em tratamento, e agora ele está controlando o vírus sem tratamento, já que eles não conseguem mais detectar o vírus em seu organismo, e ele está perdendo a resposta específica ao vírus, para ele, se você não possui anticorpos, então não possui antígenos.

O feito fez parte de um estudo em escala global realizado pelos pesquisadores da Unifesp com pessoas infectadas pelo HIV. Os resultados foram apresentados na 23ª Conferência Internacional de Aids.

Ele advertiu, no entanto, que quatro outros pacientes foram tratados com o mesmo coquetel, mas não tiveram os mesmos efeitos positivos.

Para a equipe de pesquisadores, o resultado muito provavelmente não pode ser reproduzido. Este é um primeiro experimento, e eles não gostam de fazer previsões sobre isso.

O estudo testou ao todo 30 pacientes, que receberam combinações de medicamentos diferentes, além do tratamento padrão contra o vírus.

Nenhum deles apresentou resultados como o paciente de 34 anos.
Agora, Ricardo Sobhie Diaz disse ter recebido aprovação para realizar um novo estudo, dessa vez com 60 pacientes, patrocinado por subsídios governamentais do Brasil e pela farmacêutica britânica ViiV Healthcare. Será que em breve teremos boas e melhores noticias que está, no avanço da medicina?

#curadoHIV #curadaAIDS #Natureba

Gostou deste vídeo? Se você gostou do vídeo, curta, se inscreva no canal e compartilhe com seus amigos.

*O acompanhamento de um profissional da área de saúde é fundamental para uma boa saúde. O Natureba é um espaço informativo, de divulgação e educação com temas relacionados a saúde, nutrição e bem-estar. As informações e sugestões contidas neste vídeo têm caráter meramente informativo, não devendo ser utilizado como substituto de diagnóstico ou diagnóstico médico sem antes consultar um profissional de saúde – médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

OBS: Remédios naturais também tem efeitos colaterais, já que agem de formas diferentes em cada organismo, por isso antes de usar qualquer tratamento alternativo consulte sempre seu médico.

Para mais informações, fonte e referência, acesse nosso BLOG pelo link que está na aba SOBRE do nosso canal!

Receba Novidades!

Inscreva-se para receber novidades diretamente por e-mail.

Invalid email address
Prometemos não enviar spam.
Curso de Desenho Método Fan Art

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Please enter your comment!
Please enter your name here